Performance

Política de privacidade do Google muda: entenda os impactos para o marketing!

Tempo de leitura:

Mudança de privacidade go Google

A Política de privacidade do Google muda e fica semelhante ao da Apple, que fez o valor de mercado do Facebook desabar em $230 bilhões de dólares. Entenda melhor os impactos dessa mudança para as estratégias de marketing no ambiente digital!

Nesta quarta, 16/02, O Google anunciou que está adotando novas políticas de restrições, as quais irão dificultar o rastreamento dos dados dos usuários nos dispositivos que utilizam o Android, esta medida é parecida com a da Apple, feita ano passado, que derrubou várias técnicas de publicidade.

Atualmente, o Google utiliza um cookie de rastreamento em páginas de terceiros, sendo assim ele faz um perfil dos usuários, desde seus gostos culinários, até preferências musicais. E utiliza um token específico para cada perfil. 

Com as mudanças, ao invés de deixar os sites rastrearem, o próprio Google fará isso, colocará o usuário em um grupo com gostos parecidos e disponibilizará as informações a terceiros. Isso poderá afetar grandes empresas que utilizam o rastreamento dos usuários, como a Meta. 

Em novembro do ano passado, o prejuízo do Snapchat, Twitter, Youtube e Facebook chegou próximo dos $9,9 bilhões de dólares. Já em 2022, a Meta disse que os ajustes feitos pela Apple diminuirá em mais de $10 bilhões de dólares as vendas das empresas de mídias sociais, somente este ano. Isto contribuiu para uma perda de $232 bilhões de dólares de valor de mercado em um único dia. Junho passado, a empresa valia mais de $1 trilhão de dólares e agora está abaixo de $600 bilhões de dólares. Vale lembrar que aqui no Brasil 70% dos aparelhos utilizam o sistema operacional Android.

Mas enquanto a Meta lutou contra as mudanças da Apple, apoiou a forma como o Google planeja implementar os novos ajustes de privacidade.

“É encorajador ver essa abordagem colaborativa de longo prazo para a publicidade personalizada que protege a privacidade do Google” disse o vice-presidente de marketing de produtos, anúncios e negócios do Facebook em seu Twitter. “Esperamos continuar trabalhando com eles e com a indústria em tecnologias de aprimoramento de privacidade, através dos grupos do setor”.

O Google disse que irá continuar o suporte aos identificadores atuais pelos próximos dois anos, o que significa que outras companhias terão tempo de implementar as mudanças.

A Apple foi criticada pela Meta e outras empresas ao lançar seu recurso de transparência, o qual reduz as possibilidades de segmentação do público e assim acaba por limitar os anunciantes a acessarem o identificador do iPhone. Esta mudança trouxe uma janela, conhecida como pop-up, que permite ao usuário bloquear o rastreador dos aplicativos para os dados não serem usados em publicidade.

A abordagem da Apple foi criticada pelo Google, em um post no blog deles, sem citar o nome da companhia.

“Nós percebemos que outras plataformas usaram uma abordagem diferente em relação à privacidade dos anúncios, restringindo as tecnologias existentes usadas por desenvolvedores e anunciantes”, escreveu no post em um blog, o vice-presidente de produtos, segurança e privacidade do Google Android, Anthony Chavez. “Nós acreditamos que – sem oferecer um caminho alternativo de preservação da privacidade – essas abordagens podem ser ineficientes e conduzirem a resultados piores para a privacidade do usuário e para os desenvolvedores.”

Essas práticas de privacidade servem para ajudar a gigante de tecnologia a se adiantar em relação às questões regulatórias, conforme os legisladores e consumidores se tornam mais cientes e preocupados em relação aos seus dados pessoais. A companhia disse que trabalhará em conjunto com os reguladores.

Mauricio Belchior

Texto de Mauricio Belchior
18 de fevereiro de 2022

Estamos aqui para ajudar

Precisando de uma solução? Bata um papo com a BYB!

Entre em contato com a gente e entenda como nosso modelo de trabalho pode impulsionar a sua empresa.

Erro 404

Obrigado pela mensagem Em breve nossa equipe entrará em contato.